Saúde emocional e a importância do autocuidado

Você já observou como nos dedicamos a cuidar bem das pessoas que amamos ou queremos agradar? É comum fazer tudo por um filho, um amigo muito querido ou a pessoa com quem se tem um relacionamento amoroso, principalmente no início da relação. 

Nos preocupamos com sua saúde emocional, se ela está feliz, se dormiu bem, se fez as refeições como gostaria, e assim por diante. Mas, e quando se trata de você? O empenho e o esforço pelo seu bem-estar são os mesmos?

O primeiro passo para ser uma pessoa saudável por inteiro é entender que o ser humano é composto pelos aspectos biológico, físico e social. Essas três dimensões se complementam e influenciam o tempo todo uma a outra, por isso não cansamos de afirmar que sem saúde emocional não há saúde.

O autocuidado inclui o zelo com o próprio corpo, a mente e a interação com outras pessoas, pois na maioria das vezes é a relação e/ou comparação com terceiros que gera sentimentos e pensamentos negativos e traz insegurança, preocupações, angústia, baixa autoestima, entre outros aspectos que prejudicam a saúde emocional do indivíduo.

Cuidando de corpo e da saúde emocional

Da mesma forma que quando estamos muito tristes nosso corpo parece perder as forças, quando o físico não está bem nos sentimos desanimados e “pra baixo”. Por isso, para uma mente saudável é fundamental cuidar de nossa aparência e, principalmente, saúde biológica.

Não estamos falando de vaidade, e sim do autocuidado diário com a higiene, suas roupas e objetos, seu espaço de trabalho ou onde quer que passe a maior a parte do tempo. Afinal, nada melhor do que olhar no espelho e sentir-se bem!

Mas para isto é importante também praticar exercícios físicos, ter uma alimentação balanceada e ter boas noites de sono. Estas três dicas são fundamentais para que o organismo e todas as suas reações químicas funcionem bem e os níveis de substâncias que ajudam na manutenção da saúde emocional estejam sempre em dia.

Outras formas de autocuidado

O cuidar de si também se refere a estar atento ao que afeta suas emoções e sentimentos, procure sempre:

  • Entender suas limitações;
  • Aceitar que nem sempre dará conta de tudo;
  • Dizer não, quando for necessário;
  • Não usar a vida dos outros como parâmetro;
  • Afastar-se de pessoas tóxicas;
  • Evitar situações que te deixam constrangido ou frustrado;
  • Tirar um tempo para descansar e fazer coisas gosta;
  • Praticar meditação.

Lembre-se que, assim como ir ao médico regularmente, fazer terapia é uma forma preventiva de cuidar da sua saúde emocional e conquistar mais qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *